2 de outubro de 2016

BLAKE ME ABRAÇA E SORRIO PRA NEWTON


Tela de William Blake



gravidade
salto contínuo
ponto final
chega enfim
afinal.


12 de junho de 2016




Congado

Domingo friozinho de leve,
Parados na porta da Igreja São Pedro.
O sol nas costas,
Batuque para aquecer.
O sentimento dos antepassados na emoção.

Domingo encontro com Deus.
Reco-reco, cuíca, cavaquinho, tarol, tamboril, sanfona ou acordeom.

É tudo aclamação,
A coroação do rei do Congo,
Na Congada, pura devoção.

Nossa Senhora do Rosário
Aumente o nosso honorário,
Nos livre dessa escravidão,
E nos dê sua proteção.

9 de junho de 2016



todas as pessoas
fazem do poema
apenas uma pessoa

PEDRADA NO DRUMMOND



quebrar a pedra
do poema
sem problema

8 de junho de 2016



LIBERTAS QUAE SERA POIESIS

4 de junho de 2016



IMAGEM

Para Kedo (Tancredo Borges Guimarães)

disfarce de poeta
infinito signo
significado de tudo



Tela de Kedo (Tancredo Borges Guimarães)

2 de junho de 2016

LIQUIDEZ


céu lacrimeja a tarde
chove de novo
sorte amplia mansidão



22 de maio de 2016

DEGRADAÇÕES DA LUA CHEIA

Paulada da vida
Grilo falante disjunto

Risada da morte
Borboleta silenciosa Unida

Azul como o céu que rasga o infinito
Azul como o véu que mastiga ritmo
Pautado na forma iconoclasta  do ser

A lua engole a esquina
Numa figura de um cachorro que sopra
o inesperado da vida 




Tela de Rodrigo de Souza Leão.