1 de dezembro de 2007

Paulistânia Capítulo 2 Versículo 1



Durante aquela madrugada, no canteiro central do chamado “minhocão”, a fumaça nos eleva e ia de encontro ao concreto dos prédios sem alma e depois se
perdia na densa atmosfera.
1:23 da matina de um sábado quente que encerrava o último dia do horário
brasileiro de verão. Mochilas no chão.
Suor na testa. Fogo na bomba e milhares de janelinhas que viam a cidade
ser nossa enquanto nos “elevávamos”. Ali, da baixa mureta, pode-se ver a luxúria equilibrando-se em saltos agulha e expondo sua carne apetitosa, nas vitrines prostituídas da calçada da infâmia. –Preços a negociar (Nas ruas da indústria informal do prazer, deus é sim, uma nota de cem).
Deus abençoe estas pobres almas pecaminosas, que sobrevivem num lugar
onde as preces não são ouvidas simplesmente porque elas nunca começam. Elas já nascem mortas.
As preces foram abortadas com pedaços de cabides intra-uterinos e o feto daquela noite que um dia seria uma criança transborda lentamente em alguma
privada de motel.

MaicknucleaR

Do seu livro Meu Doce Valium Starlight

O livro é artesanal e muito bom, além da capa ser de papelão e muito legal.

Pedidos do livro pelo email:

dulcineia.catadora@gmail.com

O blog do Maick tá linkado aí ao lado.

Maick é editor da Revista Lasanha, confiram lá:

http://www.revistalasanha.cjb.net/

Vale a pena adquirir o livro do amigo Maick, que é muito bom.

5 comentários:

Joel disse...

Muito bom o texto do Macknuclear, Cássio.
A princípio pnsei que ele era um poeta-catador, de tão autêntica a narrativa. Mas logo descobri que ele tem um lado lasanha bem acentuado...hehehe
Hay que sobrevivir nessa selva brasilis, não é?

Anônimo disse...

Cara, que texto forte! Uma pancada! Deus é sim, com certeza, uma nota de cem! Porra!



Cássio, o blog só tá aceitando comentário mediante senha.
rafael nolli

cassio amaral disse...

rafael,

vou ver isso brou.

abraço.

sandra camurça disse...

Forte e bela prosa poética.
Legal a dica do livro mas ando com a grana curta, tô economizando até passagem de ônibus, acredita?

Beijos.

Thiago Florencio disse...

fala aí meu véio

legal ouvir-te ver-te vociferando a fera ave bruta palavra, delicadeza torpe
a gruta dos olhos.
Meu e-mail é o seguinte: florenciothiago@hotmail.com

aproveito para te sugerir uma visita ao seguinte endereço e assitir uma performance que fiz há algum tempo lá no beco do rato

http://br.youtube.com/watch?v=Y5Vh_Jghc1I