20 de março de 2008

HAIMADRUGAIS

gargalhou o saci
as corujas dormem
e as pombas comem pintos
a madrugada
lambe o sono
enquanto o sonho acorda


disparo imprevisão no tempo
aurora que finge estilo
as mãos vazias dizem passagem
dois e dois são cinco
três e três são sete
há um pleonasmo na interrogação

2 comentários:

sandra camurça disse...

Cássio, adorei os haimadrugais! Vou publicar um deles no refúgio, ainda esse final de semana, tá?
Com os devidos créditos, claro.

Beijos.

YEHUDA disse...

três e três são sete ´você é mestre

abraço