25 de março de 2008

olhos vermelhos nuvens amendrondadas cultuando pleonasmos rimbaudianos tudo explosão tiro de improviso e catapulta the lizard king aponta um tiro uísque e fogo dos deuses loucura simplificada... colo de nuvens incertezas profundas dignas a história conta tribo da antropologia
que tiazinha nem patgirl de acesso entende. IRQ! óia texto morre cama grita bundalelê
de Angus Yong faminta rasga o silêncio AC DC

5 comentários:

YEHUDA disse...

amigo
meu mail

ilandau@terra.com.br

Fred Neumann disse...

caro amigo Cássio,

A cerveja vai demorar mais se você não sarar da gripe, tá faltando suco de noni, hehehehe!

Melhoras, viu?

abração,

Fred

célia musilli disse...

Este poema é bom Cássio e tem uma "velocidade" muito interessante...um beijo

FINA FLOR disse...

sorte com o livro, meu caro!!!

[esse texto com as letras sobrepostas fica difícil de ler, sabia?]

obrigada por sua visita! volte sempre que quiser,

beijos

MM.

ps: não consegui baixar, travou

BêbÉT/Ocica's disse...

é verdade!