27 de novembro de 2008

HOTEL DAS MARGARIDAS

TOALHAS E ARRUMAÇÃO.

Hospedaram no Hotel ao meio dia.

Às 13h 30 min pediu mais toalhas e para arrumar o apartamento ao recepcionista.

O recepcionista informou-lhes que o quarto poderia ser arrumado mais tarde.

O hospede desceu e ficou exigindo as toalhas enquanto o recepcionista ficou quieto

e parado.

O hospede irritado exigia a arrumação do quarto e mais toalhas.

_Você é surdo!

_Senhor, de maneira alguma. Posso ajuda-lo?

_Preciso de mais toalhas e que arrumem o apartamento.

_Senhor, esse serviço é feito à tarde.

_Okay, vou embora então. Isso aqui é uma Espelunca.

_Não senhor, aqui é Hotel. Mas a Espelunca fica aqui do lado.

_É?

_Senhor, à tarde repomos as toalhas e arrumamos o seu apartamento.

_Olha, pode fazer meu checkout.

Ao fazer o checkou o cartão de crédito do hóspede tinha o limite estourado.

Ele tentou dar um cheque de outra praça não aceito pelo recepcionista.

O telefone toca.

O recepcionista atende:

_Hotel das Margaridas boa tarde.

_Aqui é o recepcionista do Hotel Espelunca. Se por acaso hospedar

um casal que fica exigindo toalhas e que arrumem o apartamento tenha

cuidado porque eles aplicaram um golpe aqui.



Cássio Amaral.

26/11/2008

3 comentários:

jorge vicente disse...

muito bom, amigo. e muito divertido

um grande abração
jorge

p.s. aqui ouvindo john coltrane que coloquei como música no meu blog

Nanda Assis disse...

é golpistas teem muitos por todos os lados, mas se iam dar um golpe, pq chamaram tanta a atenção com as exigencias?

bjosss...

isaias de faria disse...

massa massa. conto bacana!