25 de fevereiro de 2009

CAMINHO



Dois passos na folhagem

Dito um momento

Fagulho um instante

Percebo o aceno

Algum dijim ou salamandra

Algum duende ou elfo

O sol me renasce

O caminho é único

A companhia é verdadeira

Um amplexo da vida se refaz

O anexo do cósmio diz a real

O verde domina o silêncio

Que sintetiza todas as vozes

Um comentário:

isaias de faria disse...

olá cassio, gostei bastante da foto. o texto tambem. fico no aguardo do livro.abraço, do amigo isaias