15 de maio de 2009

MISSÃO DE POETA


Cheiras os sóis de Van Gogh
Uivar as luas insanas de Baudelaire
Mergulhar no mar de estrelas
Sacar a cadência das letras
Faísca de Henry Bergson no eu do momento
Desenvolver a pineal
intuição cabala que fuzila telepatia
Otimizar haikais regaçando limbo na
sutileza de Bashô
Pisar um caminho além & além
nos dias que chegam
Buscando imprevisão
traduzida na estrada das palavras.

4 comentários:

ooh lala by nino disse...

holla

Nanda Assis disse...

que lindoooo!!!

bjossss...

jorge vicente disse...

o poema se faz poetanto
o caminho caminhando
o sol suando de madrugada

jorge vicente

BAR DO BARDO disse...

universo de boas citações...