5 de junho de 2009

LINCE NATURA


olho aguço
rimo finjo
infinito fuço

2 comentários:

isaias de faria disse...

olhão! lince-poeta.

jorge vicente disse...

olho voz
lince solo
caule de poeta

jorge vicente