28 de fevereiro de 2010

2 comentários:

isaias de faria disse...

falas facas afiadas da poesia.
o arco-iris, abaixo, belo feito o texto p ele. braços, meu mano.

BAR DO BARDO disse...

... um cineasta na mão e um baiano desembestado na garganta...