10 de fevereiro de 2010

Haikais inéditos do livro Arco - Íris

trabalho como
uma formiguinha
e não tenho uma folguinha.

a borboleta
balança o oceano
nas asas

menino sapeca
vai no córrego
e vê sapo e perereca.

menina levada
vai na rua
e vê os pássaros em revoada.



Do meu livro inédito Arco - Íris dedicado aos meus sobrinhos Carol, Mateus
e as crianças do mundo.

2 comentários:

isaias de faria disse...

todos bons, mas o da "menina levada" me deixou mais pensativo. não sei porque. isso é poesia.

BAR DO BARDO disse...

Cara, isso é muito bom! Essência do haikai!!!