25 de fevereiro de 2011

Os alunos sabe o desaber de não entender

minha tela vê o olho que olha e olha
o olhar é uma simples descoberta
a fotografia brinca o invisível a colagem
do inesperado. branco além do branco
busco explicações que não se explicam
pra quê explicação se cada um faz seu caminho
o dicto do poema comunga sim com a prosa
professor pergunta ao alunos:
_ entenderam?
ninguém responde.
sinal de que ninguém entendeu nada.
o aluno abre o penal do professor e deixa
um bilhetinho escrito:
_professor, o senhor acha que nós entendemos
alguma coisa?
sim, o professor está sempre errado.

Um comentário:

Í.ta** disse...

irônico. mas real, infelizmente. mas a gente persiste. insiste. não desiste.

há algo de músicas no um-sentir :)

abraços!