14 de junho de 2011

O NADA É A POESIA? OU A POESIA É O NADA?


Poesia luta inválida
com todas as palavras
As pessoas são Pessoa
"Lutar com palavras
é a luta mais vã"
Como disse o mestre Drummond
O tiroteio de metáforas
na Tarifa de Embarque
de Wally Salomão
O lance de Dados
de Mallarmé jamais abolirá
o velho sonho
A loucura de Leminski
na faísca do haikai
Bashô zen sensei que diz
Luz além da luz nas costas
da caverna
O crime perfeito na dilaceração
do ser rompendo o grito
do inominável onde a ressaca
são flores azuis vomitadas de deuses satíricos.

Foto e poema: Cássio Amaral.

4 comentários:

jorge vicente disse...

mais um grande poema seu, querido amigo!!!!

Saudades suas e ansioso pela viagem!

muitos abraços
jorge

isaias de faria disse...

mano sua produção ta criativa demais. bom ver vc assim...

Vinicius Karnopp disse...

grande poema, e uma realidade as vezes só as palavras não bastam.

célia musilli disse...

Bonito tb seu "tiroteio de metáforas"...Um bj