10 de agosto de 2013

LEMBRANÇAS

O pai ia para a construção
A mãe cuidava da casa
Futebol no campinho perto de casa
O gol, matar a bola no peito e chutar no ângulo
Campeão de futsal
de 5ª a 8ª séries
Brincadeira de pique esconde
ou Bandeira Verde
Subia no Cristo quando a Av. Dâmaso Dumond era aterrada
Cair no córrego escorregada na
pinguela
O karatê faixa laranja
O judô faixa branca
A mãe e eu católicos
A mãe e eu evangélicos
A mãe e eu kardecistas
A mãe e eu messiânicos
A bicicleta desde os 6 anos de idade com
Ulisses dando o pedal
que não volta mais
A letra A me segue
A letra U me persegue
A maionese, macarrão talharim, tutu, frango a molho pardo
A deliciosa comida da mãe
O léxico me perde me ganha
Wilson e Ademir meus amigos
Picó foi para o Goiás
73,83,93,2013 os 40 anos me carregando na passagem
Meus pais e irmãs almoçando em restaurantes da vida
Sábado no clube com as irmãs
Nadávamos muito
A adolescência
O tesão
O voley
A ida para Goiás
A ida para Brasília
A volta para Araxá
As festas e porres
As namoradas
E a vida engolindo a vida
O escriba na sombra do sol
Palavras fantasmas da alma
O cão uivando pra lua
Sentir é rápido lento
Lembranças acenam no tempo
O sol de Araxá no meu sonho quando aqui é inverno
O sol dos índios da minha tribo
Xamanismo semântico onomatopeias me lembram
que o sapo abre a boca da poesia
Koans japoneses no vermelho do texto
O haikai sobe kai
A Prosa namora o Romance
Saudade de meus sobrinhos
Lembranças todas
dos poetas do meu time
Lembranças dos meus avós
Sol significado
A alemã no caminho
A filha Malu poema Lírico
Ver verso
Mar ondas
Signo
Lembrar a Explosão
do marujo poeta
em mim.

Cássio Amaral.
02/08/2013.

Um comentário:

Charlie disse...

This is fantastic!