13 de abril de 2007

HAIKU, HAI-KAIS, HAICÃES, HAICAIS... VERSÃO II

MÚSICA DO DIA: PEACE AND LOVE do Neil Young.
Gosto de haicaístas como: Alice Ruiz, Helena Kolody, Millôr Fernandes, Paulo Leminski, Jack Kerouac, os iluminados: Bashô e Kobayashi.

Segue uns haicais meus aí em baixo:

Haicai sobe
mas também
cai
-------------------------
chove bastante
a água do céu
parece diamante
---------------------------
telhado molhado
gatos escorregam
gastando a quinta vida
--------------------------
chuva de improviso
no labirinto da vida
pessoas procuram a saída
---------------------------------
rain rain rain
I like it
the bird give us music
------------------------------
VÔO DE LIBERDADE

asas distraídas
sempre sabem
das rotas e das saídas
-------------------------------
CAFÉ À BAUDELAIRE

lápide tatuada na alma
a lowcura é santa
o sonho é um café entorpecente

P.S. LOWCURA é o nome do blog do amigo virtual Rodrigo de Souza Leão, que é jornalista e grande poeta e está linkado aí
à esquerda.
------------------------------------------------------
meu traço
pingo de tinta
no espaço

--------------------------------------------------------------
AMARAL LABIRINTO
TUDO QUE TRANSCENDE
É CONSTELAÇÃO ERAI

Erai é elevado em japonês.
---------------------------------
dedo torto
a briga diz
que a paz é reta
------------------------------
music in the life
meeting the blue sky
my heart is child
-------------------------------------------
ZEN

a lua nua
reflete no lago
o silêncio despojado
---------------------------------
OLHAR

Artemísia na música de Afrodite
Visão de lírios perfumando mandala
Tela de melodia e amanhecer
----------------------------------------
OYASSUMINASAI

Na depedida
A saudade grita
o reencontro

OYASSUMINASAI significa Boa Noite de despedida em japonês.

3 comentários:

Fabrício Brandão disse...

Haikais, meu caro, signos condensados de existência. Nobre tarefa, esta de pôr vida em linhas breves e precisas.

Receba minha saudação pelas palavras de então!

Leila Lopes disse...

Ótima seleção, Cássio.
Gosto muito desse estilo também.
Bjs

Analuka disse...

..."asas distraídas
sempre sabem
das rotas e das saídas"...

E se não sabem, descobrem, inventam!!!

Adorável, esta poesia concentrada em aladas palavras... Abraços, caríssimo.