27 de novembro de 2007

ZAUNS TARADÓIDES

I

bocas batem asas

para o juízo final

caio no seu umbigo

tudo molhado.

ela abre as pernas

e acaricia o coração do pênis

taichichuan de corpos desvairados

vai e vem...

um surto surta no cama sutra

chamando tântrico um oração

a sua rosa me morde

sem piedade.


II

bocas voam no delírio

você abre as pernas

e massageia o coração do pênis

ritmo, gula e química

som transgressor

que dá um tom à vida

flor carnívora

que come o talo sem perdão

e sente o prazer

massagear o êxtase.

Cássio Amaral

(Poemas do meu quarto livro intitulado Sonnen que é a reunião dos meus blogs:
CÃO DANADO I, CÃO DANADO II e Sonnen que vou publicar em PDF na net em breve)

10 comentários:

Paulo Castro disse...

Cão: Coração do Pênis é uma das metáforas mais lindas que já li.
Não que ache linda uma caralha.
Mas gosto bastante da minha. É divertida. E tem coração.
Sim, literalmente, I e II, de fuder !
Abração !!!
°

Joel disse...

Muito bem escrito, Cássio.
Mas eu não estou mais nessa.
Prossiga.

FINA FLOR disse...

interessante a imagem da flor carnívora que come o talo sem perdão...... :o)

obrigada por sua gentil visita ao Fina Flor e pelas observações feitas.

seja sempre muito bem vindo por lá.

beijos e boa semana

MM.

sandra camurça disse...

Muito bom Cássio, muito bom...
Beijos, querido, no coração...

Thiago Florencio disse...

Fala Cassio, valeu pelos comentários. Gostei do seu novo blog, é um formato mais leve e espaçoso, que condiz mais com seu palavreado - penetrante, incitante e delicado. Tenho te acompanhado e aguardo ansiosamente a publicação do seu livro.

Abraços meu véio

Thiago

Cesar Ribeiro disse...

salve brother, bora marcar sim. vou passar meu celular por email e a gente combina. outra coisa: tou colocando esse texto no meu blog. abração

Walmir disse...

Tudo precisa de poesias, senão a vida brocha.
Paz e bom humor
Walmir
http://walmir.carvalho.zip.net

Leandro Jardim disse...

bacana!

Robson Corrêa de Araújo disse...

BRINCO DE PERDIDO O NAVIO MUDA BANDEIRA SACO DE MARES REMA QUEM QUER IMÃ PARA AS PEÇAS VOU JOGAR ATÉ AFUNDAR SAPOS OLHOS GRANDES ILHA EM QUALQUER PRAÇA CASULO HOMEM SEDA ÂMBAR LEMBRANÇA PRESERVADO FIM

Flávio Otávio Ferreira disse...

Hermano,

muito bom seu ecrito.
O lance da flor é um intertexto com o Kamasutra...muito bom mesmo!!!

Abraços!!!
Paz e poesia!
Flávio Offer.