11 de junho de 2008

DESCONTO DE PROSA




rezo montanhas

farinha de milho

pé de moleque é Nietzsche

que chora chorinho em Santa Teresa

de BH ao Vale do Jequitinhonha

não me aracho nunca araxeis

minha tribo já disse me espera

em ovnis garimpados de café

dedo de uai o trem é bão sô!

meto conto sem contar de encontro

meto vida que remete espanto

Filosofia da Miséria que acena tomo I versus Miséria da Filosofia:

Proudhon X Marx

capturei um verso anômalo

e a fluidez quebrou o panóptico

Foucault tem razão sexo, loucura

e poder

cansado bato teclas pra sair

algo

com desconto

não foi feito nenhum comentário ainda

pontuo punctum madrugais

volto ao Nietzsche:

*Os poetas não têm pudor com suas

aventuras - Eles as exploraram

_________________________________

*Nietzsche - Além do Bem e do Mal

Página 92

5 comentários:

Silvião Côrtes disse...

Aí meu camaradal, pena não estar podendo conversar contigo nesses dias, mas deixo aí meu abraço. Seguinte, ficou pronto meu e-book, editorei ontem a noite e consegui publicar em PDF. Assim que eu terminar a ultima revisão t emando ele. Grande abraço!!!

Silvião Côrtes

Ricardo Rayol disse...

surreal e psicodélico. obrigado pela visita.

Wilka disse...

PQP :) adorei! "pé de moleque é Nietzsche"?!hauhauhauahuahuah Foucault é foda e você também :P

Bjins

luz dos olhos disse...

qria saber o que realmente passa na sua cabeça, qndo vc joga com as palavras. um jogo complicado, dificil,viciante, prazeiroso e fascinante! ainda bem que vc é um bom jogado, pq eu como espectadora, fico de fora tentando entender, porém apreciando....

SAMANTHA ABREU disse...

ótimo, Cássio.

Sabe, eu já me Araxei.
... e gostei!
;D

Um beiJO!