14 de julho de 2008

NU VENS

NU
VEM
NUVEM
NU
VENS
NUVENS
VENS
NU
VENHO




Rimbaud no estilhaço das nuvens
Frank Zappa profetizando
o teatro mágico de rifes psicodélicos


*ENTEN KATSUDATSU

cortar o molde das nuvens Rimbaudianas
cheirar os sóis de Van Gogh
queimados de poemas despojados
______________________________________________________
*Enten Katsudatsu quer dizer versátil, livre e desimpedido em japonês.

3 comentários:

Layla Lauar disse...

Nu vens... mas com o corpo molhado de poesia...lindo!

Um beijo com carinho

SAMANTHA ABREU disse...

nuvens, sonhos e a nudez toda da alma.

Essas fotos de Araxá me dão um dor de vontade...
Um beijo!

Nanda Assis. disse...

um céu sem nuvens, é um céu nu. amo nuvens, do dia, amo o sol, o céu, e suas palavras sempre dão um jeito de usar tudo isso, pra expressar suas idéias na comparação perfeita das coisas com a natureza. boa semana.
bjosss...