16 de outubro de 2008






5 comentários:

jorge vicente disse...

é o que se faz quando se bebe vinho, cerveja e se está com amigos: a poesia sai e jorra!!!

um grande abraço
jorge

p.s.
pena que não seja muito aficionado de cerveja. mais tequila sunrise.

Nanda Assis disse...

ficou linda as fotos com versos, e vc tem uma linda letra.

bjosss...

FABIANA BORGIA disse...

Cão, vc anda mt danado!!! Eu tb gosto de escrever qdo estou bebendo. Mas parei um pouco com isso. Ando escrevendo sóbria agora. É que crônica precisa de uma certa realidade, que a poesia não alcança. Cão, veja a crônica que escrevi sobre o verão. Vc vai amar! Ah, hj achei dentro do seu livro, aquele que me mandou, uma carta sua, escrita a mão. Confesso p vc que me amarro em enxergar a letra de alguém. É mais autêntico do que computador. É mais verdadeiro. Enfim, era você. Bjs e mt luz

loba disse...

Eita! Poesia se faz a qq hora, em qq lugar! Isso qdo se é poeta né? rs...
Cassinho, recebi a zine e o livro! Amei!!! Tou repassando pra uns amigos, tá?
Beijão

Daniela Lima disse...

Localllllll ideal p inspiração...10!!