23 de junho de 2011

AREIA NO CLIQUE ASSOMBRA A TARDE



sopra o vento além mar
o rasgo do inefável diz nepotismo barato
nos distúrbios do tempo que acalenta
a falta de juízo & ética


fora da conversa de boteco
máscaras não derretem a impunidade
do nosso país
o girassol me acena no botão que abre
minha sombra assombra
a areia que move ventos de Alighieri
cortando a magia que a partitura do silêncio
toca no reflexo
de um verso.

2 comentários:

André hp disse...

Final antológico pra minha coleção.

Nicole Rodrigues disse...

"O girassol me acena no botão que abre". :-D