29 de dezembro de 2010

Terceiro Tom

Avesso imperfeições nos despem.
Cantamos passagem.

Segundo Tom

Canto pleno sol. Vida sangra infinito

Primeiro Tom

Notas musicais dilaceram infinito

24 de dezembro de 2010

Dadaísmo Futebol Clube

Flor                                            sêmen                              trepada
Vida                                         casa                         terra         pó 
Augusto                      dissidente                do                       nada


A               bunda da              gia              chia
Rolam                         pneus          estrada
Hélice                 nuvens               chegada


Poeta             nada
Grana            nada
Lama            nada 
Verve           nada
Iguana           nada
           Arte
Cura do desastre 
                           Merda
ET   
Buraco do céu
Nave Mãe
Praia Autofagia proa proesia
Abdução risco
Nada
Nada 
Nada
Além de tudo. 

21 de dezembro de 2010

Poeta Azul

Para o amigo Rodrigo de Souza Leão

De onde o sol
Degradê Degradável
Suando imperfeições no silêncio
Canibais sortilégios saúdam
Maçãs no front explodem
Toquem trombetas verdes
                   Anunciação
A nave mãe chegará
                Palavra por palavra
                    Fede
                       Foda

20/12/2010.

20 de dezembro de 2010

17 de dezembro de 2010

Hard Rock Perto do Coração Selvagem


Costelas de Adão
Eva cose um fio
De devaneios
Nosso corpo é terra
Viva os poetas
Viva os músicos
Viva os chatos de Plantão
Tudo acaba em pó
Porisso a palavra
Deve ser póeta
Sim prefiro os compositores
Os músicos
São menos chatos
Verso é costeleta
Rimbaud envie meu dicionário
Deu negativo o exame
Os haikais para esta foto
Os Costeletadas se perderam 
Dentro do meu caderno rascunho
As folhas caem nas rugas do tempo
A arte enobrece e salva
Dali alisa Gala
Baudelaire grita:
_Viva as putas!
Salve-se na arte
Fotografo tempero da verve
O Supra Sumo de tudo
É grande merda.



16 de dezembro de 2010

Anjos jogam pétalas
Chuva silencia tarde
Transição vida Rosária

Para Vó Rosária que nasceu
no mundo espiritual hoje.

14 de dezembro de 2010

Conteúdo

Soco na boca do destino
Amor acolá
Efeito gozo derradeiro

Subtexto

jazz no tempo
gaivotam
repente 

10 de dezembro de 2010

Forma

Renomear o destino. Tirar a crase da vida. Destruir o ego sutilmente.

9 de dezembro de 2010

Batendo asas

gangreno tempo, espaço e  vida. preço não tem arte. arte não tem preço.

8 de dezembro de 2010

O bicar

olho vivo faro fino iconoclasta  descarilha  além céu

6 de dezembro de 2010

I


                                  pedalo esperança em forma de acaso

II


pedalo o incrível: foto de duas gaivotas no poste acenando para outras em cima da casa.


III


pedalo uma reticência atingida a esmo vendo o mar quebrar a imensidão.

Vacas no Metrô? "O rebanho" trecho do Filme Terrorismo Poético de MaicknucleaR



Para quem tiver afim de ver mais um pouco
do filme:

http://www.ofilme.cjb.net/

2 de dezembro de 2010

O filme do amigo MaicknucleaR

O curta "Terrorismo Poético, o filme" de MaicknucleaR, é o primeiro filme brasileiro sobre o tema e trata-se de uma abordagem ao estranhamento da normatividade social e a ruptura da rotina através de intervenções de cunho poético e ações que propõe o uso reflexivo do espaço urbano com atos provocadores, através de um atuações que beiram o cômico, mas tendo a seriedade dos temas como ato de reflexão.
PROCURAMOS LOCAIS PARA EXIBIÇÃO E AJUDA NA DIVULGAÇÃO.